Um currículo bem feito é um importante aliado na hora de se conseguir um trabalho, é ele quem vai abrir as primeiras portas para um possível emprego, onde ele tem que ser objetivo, deve conter somente as principais informações que identifiquem seus dados pessoais, profissionais e qualificações.
Existe algumas formas de se fazer um bom currículo, mais o principal objetivo é que ele tenha informações sólidas, objetivas e sinceras sobre você e suas experiências profissionais. Como todos sabem, os contratantes checam todas as informações antes de haver uma possível contratação.
Por isso que não se deve mentir em entrevistass, pois você pode perder uma oportunidade de emprego, o melhor é ser breve e objetivo, causando boa impressão e segurança nas informações passadas no documento.

Veja alguns erros que as pessoas cometem, na hora de elaborar um currículo:
Não faça um currículo com mais de duas páginas
Não coloque foto, a não ser que a vaga peça
Nos dados pessoais, documentos não são necessários
Indique somente as últimas experiências profissionais
Não descreva sua personalidade
Erros de português

Por isso ao elaborar o seu verifique se o mesmo está bem escrito e garanta a apresentação com informações concisas e fáceis de serem analizadas. Na apresentação gráfica, a criatividade tem de ser moderada. Use uma fonte bastante conhecida e prefira poucas cores. O selecionador pode imprimir o currículo em preto-e-branco e perder dados.

Nos dados pessoais, não liste todos os seus números de documentos. O que tem de ter é nome, endereço, telefones sempre atualizados, e-mail, data de nascimento e estado civil. Foto, só se a vaga pedir.

Para economizar espaço, não é preciso iniciar com “Curriculum Vitae” ou “Currículo”: pode começar diretamente pelo seu nome. Não é um erro, mas pode ajudar a dar uma boa impressão. “Os currículos estão muito mais concisos. Com isso você ganha espaço e mostra que você está mais conectado à realidade do mercado”.

Ao colocar as experiências profissionais, concentre-se nas últimas três ou quatro empresas ou nos últimos dez anos de trabalho. Se for uma organização desconhecida, diga em uma linha o tipo de empresa e o tamanho, coloque também o cargo e quais foram as suas responsabilidades.

Pela Internet
O envio do currículo por e-mail facilita a vida, mas também pode ser fonte de armadilhas. Os consultores preferem que o arquivo seja anexado. No assunto da mensagem, é preciso escrever algo como “Apresentação de currículo” ou especificar sua área de interesse ou posição.

No corpo do e-mail, objetividade também vai bem: apresente-se brevemente, em apenas uma ou duas linhas. Um exemplo: “Boa tarde. Meu nome é ‘tal’ e gostaria de me candidatar à vaga ‘X'”.

Deixe um Comentário